Dia 26: Feijoada da Vila Isabel com apresentação dos sambas concorrentes

23 08 2017

DSC_2690-1

DIA 26: FEIJOADA DA VILA ISABEL COM APRESENTAÇÃO DOS SAMBAS CONCORRENTES
 
A querida Unidos de Vila Isabel já está colocando água no feijão para receber seus convidados, dia 26,a partir das 13h, na quadra de ensaios. Será um sábado de samba em dose dupla, pois logo após a feijoada, a escola realizará apresentação dos sambas concorrentes para o carnaval 2018. 
 
Feijão de Noel terá como atração o grupo de samba Pura Decisão e nos intervalos DJE tem mais! A partir das 17h, o samba ‘comerá solto’ durante a apresentação dos sambas que concorrerão a disputa do hino da azul e branca no carnaval de 2018. As torcidas entrarão gratuitamente das 13h às 17h. O encerramento, em grande estilo, será com show de paradinhas da Swingueira de Noel, sob o comando do mestre de bateria Chuvisco e da aguerrida voz do intérprete Igor Sorriso. Entrada a R$ 10, prato de feijoada R$20 e camarotes (para 15 pessoas, com ingressos) a R$ 300.  
 
A quadra da Vila fica no Boulevard 28 de Setembro, nº 382, em Vila Isabel. Mais informações pelo tel. 2578-0077. Censura livre.

 
SERVIÇO: 
Feijão do Noel com Apresentação dos Sambas Concorrentes
Data e horário: dia 26 (sábado), a partir das 13h
Ingresso: R$ 10 entrada; R$20 ( prato da feijoada); R$50 (mesas com 4 lugares); R$ 300 camarotes (para 15 pessoas, com ingressos)
Local: Boulevard 28 de Setembro, nº 382, Vila Isabel
Informações: 2578-0077
Classificação Livre
 
 
 


Natalia Louise
Assessora de Imprensa




Luciane Hoepers não se importa mais com títulos impertinentes como Musa do Crime

23 08 2017

“ Em anos de trabalho conquistei um espaço e hoje sou Musa da Beleza”, disse a capa da Sexy de agosto , referencia  em Fitness e Beleza Feminina
Presa na Operação Miquéias acusada de participar de um esquema de corrupção, Luciane Hoepers já  superou essa fase.
“Os meus seguidores ( mais de 750 mil) das redes sociais querem acompanhar meu dia a dia por conta do corpo, procedimentos estéticos , dietas e afins que posto , assim  como fazem com outras musas fitness. Sou muito mais lembrada por esse motivo: boa forma”, disse.
Lu já deu entrevistas para programas de TV contando que se arrependeu muito de ter feito parte do esquema.
“Eu fui apenas uma ponta. Não fui eu que desviei o dinheiro público. Mas esse não minimiza a minha culpa. O papel de vítima , coitadinha não me cabe .Se eu pudesse voltar no tempo, mas não posso. Agora é esquecer e superar esta página”, finaliza a musa.

Fotos:Davi Borges / vhassessoria

Vanessa  Haddad
Assessoria de Imprensa





Comissão de carnaval da Unidos de Manguinhos divulga sinopse para 2018

23 08 2017

LOGO ENREDO 2018

Comissão de carnaval da Unidos de Manguinhos divulga sinopse para 2018
O G.R.E.S. Unidos de Manguinhos divulgou a sinopse do enredo ‘Hoje a Festa é do Povo da Floresta’, desenvolvido pela comissão de carnaval formada por Diângelo Fernandes, Marcelly Alcântara e Filipe Moreira. Em 2018 a escola irá falar dos seres ora relegados pela história e muitas das vezes, como numa ironia, classificados aos olhos dos ambiciosos como exóticos. Vamos enaltecer os verdadeiros donos dessa terra, e agradecer os seus segredos.
– Nessa grande festa vamos homenagear esses guardiões tão peculiares e de cultura tão sublime em seu modo de viver, seus rituais e suas crenças. Evocando os deuses das florestas numa “Odé” de respeito aos povos ali existente, vamos unir fantasia, realidade e vozes dos povos que até hoje resistem, brigando e lutando em defesa de sua sobrevivência, suas tradições – disse Diângelo Fernandes.
Diferentemente do rotineiro, a Unidos de Manguinhos irá reunir toda a sua ala de compositores para, juntos, comporem o hino oficial da escola. A Verde e Rosa será a 16ª escola a desfilar pelo Grupo E do Carnaval 2018 na Intendente Magalhães.
Confira a sinopse do enredo:
“Quando não havia nem sol, nem lua, no início dos tempos, o grande Deus Nhamandú teve uma ideia e a soprou pelo espaço em forma de sementes que viajaram… viajaram… procurando um lugar para germinar. Nhamandú não queria que elas fossem sozinhas, pediu que os seus soldados, os seres elementares, fossem guiando as sementes. Em um certo lugar… Ali era o lugar da mãe das terras… as sementes se espicharam no solo sagrado. E assim cresceu nossas florestas, matas, águas, rios, animais, seres integrantes do reino elemental. Mas Nhamandú ainda não satisfeito teve outra ideia, a de criar um ser guardião (butsimaré – os indígenas), e assim pegou um pouco de barro e moldou um ser humano. Nhamandú emprestou suas raizes e os seres elementares emprestaram seus amálgamas: o grande Senhor do Fogo, A Grande Mãe da Águas, O Grande Senhor do Ar e o Grande Senhor da Terra. Então, os seres elementares se transformaram em arco-íris e ligaram o céu com a terra fecundada.
Os nativos guardiões e os protetores (povos da cultura-afro) de nossas florestas, com suas lendas, festas e rituais, entoando seus cânticos, danças e celebrando a vida agradecendo por tamanha beleza.
Os mistérios da vida e seus viventes no coração da floresta, fonte inesgotável de sabedoria, a crença nas ervas e na essência de plantas e flores. Tudo na mata tem vida e respira e nos faz respirar, desde o chão, rico em nutrientes orgânicos que alimenta fortes e frondosas árvores que abrigam espíritos protetores do mundo, e curiosos seres que sugam e alimentam-se de plantas, tanto animais famintos e ferozes quanto nós, seres humanos que necessitam da floresta para respirar, nos alimentar e proteger.
A natureza é um santuário onde os guardiões, os protetores, a fauna e a flora vivem em constante harmonia. Nas florestas existem os mitos e lendas e são cosmogônicos, transmitidos oralmente, de geração a geração, muito importantes na formação dos indivíduos nativos, que fornecem coesão simbólica à percepção de cada um como parte de um corpo social, reforçando sua identidade étnica. Desde tempos imemoriais, os mitos descrevem eventos que dão a floresta seus elementos concretos e abstratos, visível e tangível desse mundo.
Máscaras e rituais escondem seus mistérios, embrenhado no matiz verde das florestas e tantos outros segredos.
O “Oké, caboclo!”, “Xeto, marromba, xeto!”. Sou dono da floresta. Conhecedor das ervas e suas curas.  Sou Pajé, caboclo raizeiro. Sou sete flechas, sou pena branca, Ubirajara, sou Cobra Coral… Sou religião. Trago a cura e fé.
E que venham os Toantes indígenas, com suas músicas sagradas invocando a presença dos seres encantados. E dançando o Toré, acompanhado por maracás, gaitas, totens e amuletos e pelo coro de vozes. Expressando contentamento, sobre as festas religiosas, as fogueiras com suas chamas sagradas, nas louvações aos encantados, confraternizações e casamentos entre outros. É uma forma de manter viva não apenas a cultura, a magia e a mística das tribos, mas também da conquista do seu espaço e a preservação de seus costumes e de sua identidade diante de muitas lutas durante toda a história.
Já dançaram até para Corte Francesa, numa “Festa à Brasileira”. Ares do Renascimento, sonho e poesia a magia da floresta foi apresentado. Encenaram e dançaram. Cultura, arte e o esplendor do novo mundo mostraram, com o Guarany, uma obra de grande valor! Em muitas festas, e folguedos oriundos da miscigenação, personagens também foram. Bois Bumbá! Índios… Português… Negros… E na mistura cultural são personagens principal. E na Ilha de Parintins lendas e mitos no meio da floresta.
“Sou Cacique Bororó, guerreiro, corajoso mato a onça com as mãos. Sou dançarino… Cubro o rosto, pés e mãos com a pele da onça morta e palha de palmeira. Bato forte o pé no chão, representando a alma da onça que se foi”.
“Também sou fantasia, alegria, brinco carnaval, sou Cacique de Ramos, blocos de Recife, das ruas e tantas folias mais”. Sou da Paz, sou Brasil.
Estou no carnaval, sou liberdade.
A mais pura felicidade…
“Índio quer apito”…  “Mim só quer brincar”…
 HELDER MARTINS

   – Assessor de Imprensa –




NA QUADRA DO IMPÉRIO SERRANO: MADUREIRA ARTES MANUAIS VAI OFERECER DEZ MIL VAGAS GRATUITAS EM OFICINAS DE ARTESANATO, NA QUADRA DO IMPÉRIO SERRANO

23 08 2017

MADUREIRA ARTES MANUAIS VAI OFERECER DEZ MIL VAGAS GRATUITAS EM OFICINAS DE ARTESANATO, NA QUADRA DO IMPÉRIO SERRANO

  • Organizado pela Caçula, evento acontece entre 25 de agosto e 1º de setembro
  • “Desfile da Paz” terá sambistas da Portela e Império Serrano, no sábado

 

A “capital do subúrbio” vai se transformar na capital do artesanato. Para quem quer empreender e gerar renda, dar os primeiros passos ou se aprimorar em técnicas de artesanato, a oportunidade é a Madureira Artes Manuais, feira de capacitação que acontece entre 25 de agosto e 1º de setembro, de 10h às 18h, na quadra da escola de samba Império Serrano (Av. Ministro Edgard Romero, 180). O evento é organizado pela Caçula para marcar a chegada da rede de lojas em Madureira, onde inaugura sua 17ª unidade no sábado, dia 26, às 9h.

Madureira Artes Manuais vai oferecer dez mil vagas gratuitas em aulas de técnicas como biscuit, decupagem, pintura em tecido, scrapbook, patchwork, bijuteria, tricô, crochê, bordado e customização, entre outras. O sistema das aulas é o “faça e leve”, ou seja, o aluno leva para casa e peça feita por ele nas oficinas. O material utilizado também é gratuito, graças à parceria da Caçula com indústrias brasileiras do segmento de artesanato.

A organização do evento pede apenas que o interessado leve um quilo de alimento não perecível (menos sal e açúcar) para cada aula que desejar fazer. Os alimentos arrecadados serão distribuídos pelo Império Serrano nos projetos sociais da agremiação, que atendem moradores da região.

As oficinas terão duração de uma hora cada e serão organizadas ao longo de cinco horários: de 10h às 11h; 11h30min às 12h30min; 14h às 15h; 15h30min às 16h30min e 17h às 18h. As inscrições serão feitas apenas na hora e a participação nas aulas é por ordem de chegada.

“O Madureira Artes Manuais é ideal para quem busca novas oportunidades em meio à crise econômica do País e do estado, porque o artesanato é um dos caminhos mais promissores e rápidos para gerar uma nova renda”, enfatiza Roberto Santos, Gerente de Projetos Especiais da Caçula e Coordenador Geral do evento. “A feira é um projeto de alcance social que realizamos nas regiões onde a Caçula tem filiais, com o objetivo de capacitar artesãos para que atuem nos mercados de turismo e eventos, entre outros”, completa o executivo.

 

“Desfile da Paz” terá Portela e Império Serrano no sábado, dia 26 – As campeãs do carnaval carioca, Portela (grupo especial) e Império Serrano (grupo de acesso) vão comandar um desfile cujo enredo é um pedido de paz para a cidade do Rio de Janeiro. O “Desfile da Paz” acontecerá no sábado, dia 26, às 9h, e faz parte da festa de abertura da nova loja da Caçula. Ritmistas, passistas, artesãos e crianças do Madureira Esporte Clube sairão da quadra do Império Serrano até a loja, na Estrada do Portela nº 51. Duas mil bolas de gás brancas serão distribuídas. Os organizadores estimam que cerca de 300 pessoas participem do desfile.

 

Sobre a Caçula – A filial da Caçula em Madureira é a 17ª da rede de lojas nascida há quase quatro décadas na Saara, meca do comércio popular do Rio de Janeiro. Com três mil metros quadrados, a loja terá três amplas salas para cursos regulares de artesanato. Nas prateleiras, produtos de todas as áreas de atuação da empresa, entre elas papelaria, informática, aviamentos, tecidos, carnaval, armarinho, ferragens, bazar, festas, casa e decoração,

Líder na distribuição de insumos para artesanato no estado do Rio, a Caçula é a empresa privada com a maior grade de cursos regulares oferecidos aos clientes. São mais de 60 técnicas ensinadas a cerca de mil alunos por mês. A empresa também organiza, há dez anos, a Rio Artes Manuais, que é considerada a maior feira de capacitação em artesanato do país. Em março de 2017, a 11ª edição teve recorde de público, com mais de 22,5 mil visitantes no Centro de Convenções SulAmérica, no Centro da cidade do Rio.

 

 

 

SERVIÇO

Madureira Artes Manuais

Data:  de 25 de agosto a 1º de setembro (exceto sábado e domingo, 26 e 27)

Local: Quadra do GRES Império Serrano

Av. Ministro Edgard Romero, 180 – Madureira

Horário: 10h às 18h

Valor da inscrição: GRÁTIS (com doação de 1 kg de alimento não perecível)

Material: GRÁTIS

Classificação etária: 10 anos

 

Jean Claudio Santana (MTB 26263/RJ)





Paulo Brandão é o novo diretor de Carnaval da Acadêmicos do Sossego

23 08 2017

WhatsApp Image 2017-08-20 at 04.00.04

Paulo Brandão é o novo diretor de Carnaval da Acadêmicos do Sossego
A Acadêmicos do Sossego, terceira escola a desfilar pela Série A, acaba de anunciar Paulo Brandão como o novo diretor de Carnaval da azul e branco do Largo da Batalha. O presidente Wallace Palhares anunciou a nova contratação e disse que a escola fortalecerá a direção com mais esse grande profissional.
“Estamos fortalecendo nossos segmentos em busca de um Carnaval grandioso em 2018. Paulo Brandão está chegando para ajudar a Acadêmicos do Sossego no desfile, já que seremos a terceira escola a apresentar o Carnaval na sexta-feira de Carnaval na Sapucaí. Podem esperar porque a agremiação apresentará muitas surpresas no desfile”, adiantou Wallace Palhares.
Paulo, que formará a direção de Carnaval com Almir Jhunior, começou na Imperatriz Leopoldinense como diretor de harmonia, a convite do diretor-geral Chico Branco em 2008, onde ficou até o Carnaval de 2010.
Em 2009, foi diretor social da Vizinha Faladeira, onde também fez parte da comissão de Carnaval que obteve a missão de desenvolver o Carnaval em 40 dias. No mesmo ano chegou ao Paraíso do Tuiuti como mestre de cerimônia do primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira e, no ano seguinte, em 2011, foi convidado pelo presidente Renato Thor, um grande colecionador de oportunidades, para ser o diretor de Carnaval, e conquistou o título do Grupo B, retornando ao antigo Grupo de Acesso, onde permaneceu no cargo até 2012.
Em 2013, por sua vez, integrou a equipe de diretor de Carnaval do Salgueiro com Dudu Azevedo e, voluntariamente, colaborou na elaboração do Carnaval da Porto da Pedra, na época, feito em 32 dias no primeiro ano de gestão do recém empossado presidente Fábio Montibelo. Em 2014 foi promovido a diretor de Carnaval, onde desenvolveu seu último desfile, ajudando no reerguimento da agremiação. Em 2017, ele se despediu do Tigre de São Gonçalo.
Atualmente, ele trabalha na equipe da Ami7 Produções e Eventos, onde desenvolve eventos e atividades relacionadas ao Carnaval como shows com grupo Bateria Sambamix, Feira de Negócios Carnavália Sambacon. Além disso, Paulo fez parte da produção dos seis anos da realização do “Carnaval de Rio em San Luis”, na Argentina.
Atuou também nas cerimônias de aberturas e encerramentos de eventos como os Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, Jogos Pan-Americanos do Rio, Olimpíadas do Rio, final da Copa do Mundo no Brasil e diversos shows no exterior e por todo o Brasil.
“Vamos trabalhar muito a força da comunidade do Largo da Batalha. Niterói é o segundo maior pólo do nosso Carnaval. Pelo que tenho acompanhado com o presidente Wallace Palhares, mesmo antes do início dos ensaios, já restam poucas vagas para o desfile. Estive na coroação da rainha Maryanne Hipólito e, além do sucesso estupendo da festa, vi a quadra com lotação máxima, inclusive tendo que fechar os portões. Conheci o projeto do carnavalesco Petterson Alves e garanto que é grandioso. Meu recado para a comunidade do Largo da Batalha é que temos muito trabalho pela frente. O projeto é muito ambicioso. Vamos trabalhar pesado para que tenhamos um grande desfile e que a Acadêmicos do Sossego esteja entre as maiores do Carnaval”, ressaltou Brandão.
Adriana Vieira
Assessora de imprensa
G. R. E. S. Acadêmicos do Sossego
AV Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais




Giliard Pinheiro e Pâmela Nascimento coordenarão a ala de passista da Acadêmicos do Sossego

23 08 2017

WhatsApp Image 2017-08-20 at 17.00.26

Giliard Pinheiro e Pâmela Nascimento coordenarão a ala de passista da Acadêmicos do Sossego
Giliard Pinheiro é o mais novo contratado da Acadêmicos do Sossego. Gil, um veterano do carnaval, conhecido por um currículo extenso, no Carnaval de 2018, passará a integrar a Ala de Passistas da azul e branco de Niterói, juntamente com Pâmela Nascimento.
“O Carnaval está em minha alma, meu sangue, meu ar. Eu sei qual o valor de um sambista, visto a camisa vou lá e represento minha bandeira! Acima de tudo, de direção de ala de passistas, sou sambista e isso fala muito mais alto. Surpreenderei! Quero fazer história no Largo da Batalha”, disse Giliard.
O novo diretor, que desfila há 13 anos, já foi passista, diretor de ala, coreógrafo de comissão de frente e composição de carro. Já passou pela Porto da Pedra, Alegria da Zona Sul, Estácio de Sá e agora vem abrilhantar no Carnaval da Acadêmicos do Sossego.
“Giliard é um grande profissional e sempre observei o trabalho dele. Agora surgiu a oportunidade, não posso deixar de fazer essa aquisição que só tem a somar com a escola”, disse o presidente da Acadêmicos da Sossego, Wallace Palhares.
No Carnaval de 2018, a Acadêmicos do Sossego será a terceira a desfilar na Marquês de Sapucaí, na sexta-feira de folia, no dia 09 de fevereiro, pela Série A, da Lierj.
Adriana Vieira
Assessora de imprensa
G. R. E. S. Acadêmicos do Sossego
AV Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais




Mangueira receberá sambas concorrentes no Barracão

23 08 2017

bandeira-mangueira_1_630

A Mangueira receberá na próxima terça-feira (29), as inscrições dos sambas concorrentes para o carnaval 2018. A entrega acontecerá das 18h às 20h, no Barracão de Alegorias, que fica na Rua Rivadávia Corrêa, 60 – Bc. 13 – Gamboa – Rio de Janeiro. A taxa de inscrição é de R$500,00 (quinhentos reais) por parceria, que deverá ter no máximo sete componentes. Cada composição deverá vir acompanhada de 30 cópias da letra e 3 CDs com o áudio no ato da inscrição.

Parcerias de fora do Rio de Janeiro, devem enviar a correspondência (preferencialmente registrada) com 30 cópias de letra e 3 CDs, com data de chegada até o dia 29 de agosto, para o Barracão da Mangueira, Rua Rivadávia Corrêa, 60 – Bc. 13 – Gamboa – Rio de Janeiro – RJ, CEP: 20220-290, aos cuidados de Pablo Brandão.

A taxa de inscrição deverá ser realizada na conta da agremiação no Banco Bradesco, Ag.: 2819 Conta Corrente: 45000-6 e o comprovante encaminhado para o email: carnaval@mangueira.com.br

A Mangueira inicia a disputa de samba-enredo no próximo dia 2 de setembro, à partir das 22h com uma grande festa a fantasia em sua Quadra, o Palácio do Samba, relembrando grandes sambas-enredos, marchinhas de carnaval e batalha de confetes a entrada será de R$ 15,00 e pode ser adquirida na bilheteria no dia do evento. A grande final será realizada no dia 7 de outubro, sábado à partir das 22h no Palácio do Samba.

Rubem Machado
Jornalista
Assessor de Imprensa do deputado Chiquinho da Mangueira
Vice-presidente de divulgação da Estação Primeira de Mangueira