Portela participa de homenagem ao cirurgião e torcedor ilustre Pedro Valente

10 06 2016

Portela participa de homenagem ao cirurgião e torcedor ilustre Pedro Valente

image

Grande benemérito do Vasco e secretário no governo Brizola, ele morreu no último dia 28, aos 78 anos

A Portela participou, na noite desta quinta-feira (9), de uma grande homenagem à memória do cirurgião plástico Pedro Valente, que morreu no último dia 28, aos 78 anos. Organizado pelos filhos do médico, que era torcedor ilustre da agremiação e frequentador da quadra da Azul e Branco desde a década de 1970, o evento foi realizado na sede náutica do Vasco da Gama, na Lagoa, Zona Sul do Rio, e contou com a presença de familiares e dezenas de amigos de Pedro Valente.

A diretoria da Portela foi representada pelo vice-presidente Luis Carlos Magalhães. Participaram também do evento o casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola, Alex Marcelino e Danielle Nascimento, a baluarte e ex-porta-bandeira Vilma Nascimento, o Cisne da Passarela, Daise Nascimento (filha de Vilma e irmã de Danielle) e o ex-presidente da Portela e músico da Velha Guarda Show, Serginho Procópio.

Logo após a abertura da noite, a comitiva portelense foi chamada ao palco pelo filho mais velho de Pedro Valente, o empresário e professor de jiu-jítsu Pedrinho Valente, que fez questão de exaltar o pavilhão da escola. Em seguida, ele falou sobre o amor do pai pela Portela e lembrou da antiga e forte amizade de Pedro Valente com Osmar José do Nascimento, o Mazinho (morto em 2005), filho de Natal da Portela e marido de Vilma Nascimento. Mazinho foi quem levou Pedro Valente à Portela pela primeira vez. Pouco depois, o cirurgião se tornaria amigo de ícones portelenses como Candeia e Osmar do Cavaco.

“Meu pai amava a Portela e o samba. Ele sempre dizia que o samba é a maior expressão da música popular brasileira. E ele sempre fazia rodas de samba em nossa casa no Joá. Também gostava de frequentar a quadra da Portela. Ele e Mazinho eram muitos amigos. Mazinho era um irmão para ele. Por isso, fico muito feliz de ver aqui a Vilma (Nascimento), a Danielle (Nascimento) e outras pessoas da família. Uma das maiores heranças que meu pai me deixou foi o amor pelo samba”, revelou Pedrinho, que mora nos Estados Unidos há 23 anos, mas sempre que pode faz questão de desfilar pela Portela. “Não estou presente na quadra, mas, mesmo de longe, sempre decorro os sambas concorrentes e acompanho tudo da escola”, completou.

Feliz com a reverência à Portela e à memória de seu pai, Mazinho, a porta-bandeira Danielle Nascimento relembrou o tempo em que conviveu com Pedro Valente. “Lembro muito da amizade do Pedro com meu pai e com a minha mãe. Ele frequentava muito a nossa casa e a gente a dele. Minha família tinha um sítio em Mauá (distrito de Magé), e o Pedro também ia muito lá. Sem falar que ele era muito amigo da Tia Vicentina (irmã de Natal da Portela e tia-avó de Danielle). Através do Pedro nós conhecemos a elite da sociedade. E sempre nos trataram com muito respeito”, contou.

Após um pequeno discurso de Luis Carlos Magalhães, Pedrinho Valente convidou Serginho Procópio para cantar o samba “Eterna Paz”, de autoria de Candeia e Martinho da Viola. Depois da apresentação, Procópio lembrou da amizade entre Pedro Valente e seu pai, o cavaquinista Osmar do Cavaco, e presenteou o filho mais velho do cirurgião com um exemplar do livro que conta a história da Velha Guarda Show da Portela, escrito por João Baptista M. Vargens.

Além da saudação à Portela, o evento apresentou um vídeo com depoimentos e imagens de arquivo de Pedro Valente. Num dos trechos do material, o cirurgião relembrou um episódio curioso sobre os bastidores da construção do Sambódromo, em 1983. Segundo o próprio Pedro, a ideia de erguer a Passarela do Samba teria sido dada por um grupo de portelenses, incluindo Mazinho e Vilma Nascimento, que, ao saber da participação do amigo no então governo de Leonel Brizola (Pedro havia sido nomeado presidente do Riocentro), pediu que ele tentasse convencer o governador a construir um lugar com estrutura fixa para a realização dos desfiles das escolas de samba. Num outro momento do vídeo, Pedro Valente falou, emocionado, sobre o dia da inauguração do Sambódromo, em 1984, quando foi chamado pelo próprio Brizola para ver o resultado da obra.

A cerimônia também contou com as presenças dos outros três filhos de Pedro, Guilherme, Joana e Joaquim, do presidente do Vasco, Eurico Miranda, e do advogado criminalista Técio Lins e Silva. Além do amor pela Portela, a família do homenageado destacou durante o evento as outras grandes paixões de Pedro Valente: o hipismo, o jiu-jítsu, a medicina e o Vasco, instituição onde ele era grande benemérito.

_____________________

Mais sobre Pedro Valente

Nascido em 1938, no Rio, Pedro Valente formou-se pela antiga Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil, atual UFRJ. Após temporada de estudos no exterior, fundou, em 1965, em Copacabana, sua clínica de cirurgia plástica. Em 1980, foi eleito pelo jornal “New York Times” um dos cinco cirurgiões plásticos de maior reputação no mundo.

Também na década de 1980, a convite de Brizola, assumiu a presidência do Riocentro. Posteriormente, exerceu a presidência do Conselho de Contribuintes e, mais tarde, teve dois mandatos como secretário de Saúde do município e do estado do Rio, por indicação do governador Leonel Brizola. No Vasco, ocupou diversos cargos importantes ao longo de mais de quatro décadas de militância.

Fotos:
Raphael Perucci / Divulgação

familia.jpg – Alex Marcelino, Danielle Nascimento, Vilma Nascimento e outros integrantes da família Nascimento com Pedrinho Valente (de blazer azul marinho)
familia1.jpg – Daise (filha de Vilma Nascimento), Vilma, Alex e Danielle
frontal.jpg – Comitiva portelense durante homenagem a Pedro Valente
pedro_valente_foto.jpg – Montagem com fotos de Pedro Valente e filhos na Portela, em 2015 – crédito: Reprodução da Internet
plateia.jpg – Público lotou salão da sede náutica do Vasco
luis_carlos.jpg – Luis Carlos Magalhães discursa durante homenagem a Pedro Valente, diante dos filhos e amigos do homenageado

Assessoria de Imprensa do GRES Portela
Raphael Perucci: 21-99460-2127
Enildo do Rosário (Viola)- 21-97042-3109/97042-3110
e-mail: assessoriaportela@gmail.com


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: