Mocidade Independente – Samba-Enredo 2017

16 10 2016

dsc_6699

Samba da Mocidade é de Altay Veloso e parceria

A Mocidade Independente de Padre Miguel já tem samba-enredo para o Carnaval 2017! Na manhã deste domingo, a diretoria da escola deu números finais à disputa de samba que começou no mês de agosto. Depois de uma madrugada de disputa intensa, o samba composto por Altay Veloso, Paulo César Feital, Zé Glória, J.Giovanni, Dadinho, Zé Paulo Sierra, Gustavo, Fábio Borges, André Baiacú e Thiago Meiners sagrou-se vencedor. Aclamado nas redes sociais e entre os amantes do carnaval, a obra promete ser uma das sensações da próxima folia.

 

A grande final de samba-enredo da Mocidade Independente contou com outras três composições. Cada uma delas foi executada duas vezes. Uma delas pelo palco de cada parceria, e na outra por Wander Pires, intérprete oficial da agremiação. Já havia clareado o dia na Zona Oeste quando o resultado foi anunciado e uma grande festa se formou no ‘’Maracanã do Samba’’. A empolgação foi tanta que os foliões saíram da quadra e ganharam as margens da Avenida Brasil.

 

Na próxima segunda-feira, dia 17 de outubro, a partir das 20h30, acontece o ensaio visando a gravação do coro para a faixa do CD oficial do Grupo Especial 2017. Todo os integrantes inscritos nas alas de comunidade precisam comparecer. Dos campeões de samba-enredo, apenas dois já haviam sentido o gostinho de vencer na Estrela Guia. Zé Glória e J.Giovanni são autores dos sambas de 2010 e 2011.

 

Terceira escola a desfilar na segunda-feira de carnaval, a verde e branca da Zona Oeste levará para a Avenida o enredo ‘’As mil e uma noites de uma Mocidade pra lá de Marrakesh’’, desenvolvido pelos carnavalescos Alexandre Louzada e Edson Pereira. A agremiação busca o sexto título de sua trajetória.

Rodrigo Coutinho

Assessor de Imprensa

Letra do Samba

Samba 06 – Altay Veloso, Paulo César Feital, Zé Glória, J.Giovanni, Dadinho, Zé Paulo Sierra, Gustavo, Fábio Borges, André Baiacú, Thiago Meiners
Intérprete: Zé Paulo Sierra
Fui no deserto roncar meu tambor
Pra Alah conhecer meu Xangô
De repente, a miragem aparece
Na praça, um senhor, contando histórias de amor
Eu fui pra lá de Marrakesh
Minha Zona Oeste comovida de paixão
És minha ”El Jadida”, meu teatro de ilusão
Tanto assim que o meu olhar
Vê no mar de Gibraltar, sereias
Dama das areias de Iemanjá
Teu deserto, meus sertões
Beduínos, lampiões… ”Vadeia”
Mistura alaúde com ganzá

Abre-te Sésamo que o samba ordenou
Mil e uma noites de amor
Põe Aladin no agogô, tantan na mão de Simbad
Meu ouvido é de mercador

Abre-te Sésamo que o samba ordenou
Mil e uma noites de amor
É o Saara de lá com o Saara de cá
Minha Mocidade chegou…

Chegou, chegou de Padre Miguel, a candeia
A caravana de além mar retorna a nossa aldeia
Ó meu Brasil, abrace a humanidade
És a pátria mãe gentil de amizade

Brilha o Cruzeiro do Sul do oriente de Alah
Céu de Sherazade
Vem pra Marrocos, meu Bem
Vem pra minha Vila Vintém
Sonha Mocidade


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: