Projeto É PRA SAMBAR com Vilma Rosa, vai agitar Rio das Ostras!

24 06 2017

Depois de gravar seu primeiro clipe na Lapa Rio de Janeiro,e se apresentar na roda de samba dos intérpretes da Escola de Samba Arranco do Engenho de Dentro, sucesso total,Vilma Rosa leva sua turnê É PRA SAMBAR para Rio das Ostras. O clipe da música È PRA SAMBAR, eleva a bandeira do samba, justamente com a bandeira do Brasil. A proposta do trabalho é mostrar, a importância da cultura brasileira na vida de todos. Contagiando os jovens, levando a mensagem do amor a pátria, ao samba e da importância da família,mostrando as raízes do samba, sua origem e sua ancestralidade. Objetivo da turnê É PRA SAMBAR, é a passagem da bandeira em todos os terreiros, sendo Escolas de Samba ou dos Centros Religiosos Afro Descendentes. Essa bandeira carrega a união dos povos. A música É PRA SAMBAR carrega a Mensagem de Paz!
Projeto É PRA SAMBAR
Dia: 08/07 sábado
Pyramid Hall – (Antiga Casa de Vidro)
Rua. Domingos Faria Mota,58 – Palmital – Rio das Ostras
Convidados: Léo Simpatia, Passistas,Dj Caverna,Júlio e Thiago, July e Charles Guerreiro
Organização: Vilma Rosa e Baiano da Prata
Horário: 21h
Classificação: 18 anos
Primeiro Lote: 10,00/ segundo lote 20,00/ terceiro lote 30,00/ quarto lote 40,00





Projeto É PRA SAMBAR com Vilma Rosa, vai agita Rio das Ostras!

24 06 2017

Depois de gravar seu primeiro clipe na Lapa Rio de Janeiro,e se apresentar na roda de samba dos intérpretes da Escola de Samba Arranco do Engenho de Dentro, sucesso total,Vilma Rosa leva sua turnê É PRA SAMBAR para Rio das Ostras. O clipe da música È PRA SAMBAR, eleva a bandeira do samba, justamente com a bandeira do Brasil. A proposta do trabalho é mostrar, a importância da cultura brasileira na vida de todos. Contagiando os jovens, levando a mensagem do amor a pátria, ao samba e da importância da família,mostrando as raízes do samba, sua origem e sua ancestralidade. Objetivo da turnê É PRA SAMBAR, é a passagem da bandeira em todos os terreiros, sendo Escolas de Samba ou dos Centros Religiosos Afro Descendentes. Essa bandeira carrega a união dos povos. A música É PRA SAMBAR carrega a Mensagem de Paz!
Projeto É PRA SAMBAR
Dia: 08/07 sábado
Pyramid Hall – (Antiga Casa de Vidro)
Rua. Domingos Faria Mota,58 – Palmital – Rio das Ostras
Convidados: Léo Simpatia, Passistas,Dj Caverna,Júlio e Thiago, July e Charles Guerreiro
Organização: Vilma Rosa e Baiano da Prata
Horário: 21h
Classificação: 18 anos
Primeiro Lote: 10,00/ segundo lote 20,00/ terceiro lote 30,00/ quarto lote 40,00





Descrição – Conheça a Logo e a Sinopse do Império Ricardense para o Carnaval 2018

24 06 2017

Logo_Enredo2018

Carnaval 2018

G.R.E.S. Império Ricardense

Awrè bambá1 Lázaro : O mensageiro do oriki2 de Olodum

 

Presidente Administrativo : Jatir Costa

Vice Presidente : Gil Perseguino

Presidente do Conselho Adm: Nino Smith

Superintendência de Carnaval: Sandro Moraes

Direção de carnaval : Serginho Aguiar

Direção Geral de Harmonia: Jannould Júnior

 

Comissão de Carnaval: Arilton Smith, Bruno Smith, Vinicius Ossanyn e André Arruda

Colaboração: Raphael Santos

Capítulo 1 – A criação

1 No princípio Olodun criou o Òrun. E para que vida houvesse, criou o Aiyé. Ele mandou que os Orixás zelassem por tudo o que havia no Aiyé.

2 Os orixás eram dotados de poderes sobre os elementos da natureza.

3 E houve o homem. E com o passar do tempo o homem esqueceu-se de sua condição de criatura.  , o homem resolve tudo mudar: as coisas e o sentido das coisas.

4 O Aiyé estava em perigo.

5 Os homens sentem-se mais importantes que as coisas da Natureza. Os homens matam os homens e tudo mais o que é natural. Poluem os rios. Matam as plantas e os animais. Envenenam a terra.

6 Os homens sentem-se mais importantes que seus irmãos e semelhantes. E discriminam. E oprimem.

7 Olodum resolve interferir.

8 E por um instante, tudo o que é movimento no Aiyé faz-se a mais total inércia, e para. Por um instante silenciam-se as coisas naturais. Olodum revelava-se em pleno Aiyé.

9 Exu, sente a energia de seu pai e apresenta-se diante dele. Exu diz: “Adukpé ô, Babá Mi N’là! Mojubá ô!

Capítulo 2 – Olodum escolhe o menino Lázaro.

1 A voz do pai supremo é como uma sinfonia que harmoniza os sons de tudo o que existe e se move. Som de fogo, pedra, terra, vento, planta, bicho, gente, nuvem, chuva, raio, rio, mar, montanha, e tudo mais o que há.

2 “O que se fez do homem, meu filho? A sobrevivência do Aiyé e do homem depende de nossa interferência.

3 E anunciou-se a presença dos Orixás.

4 Tudo floriu, germinou, nasceu: Laroyê Alupo Exu. E houve o som do fogo derretendo o ferro: Patakori Obé Ogun yé. Ouviu-se o som dos bichos e suas vozes selvagens: Oke Arole Bi Odé.  Da terra úmida subiu um vapor que banhou o ambiente: Atoto Ajubero Omolu.

5 O perfume de todas as folhas inebriava quem o respirasse: Kosi Ewe, Kosi Orixá Assao Ossain. A lama, casamento perfeito do Orun com o Aiyé, tingiu de marrom tudo o que tocou: Salubó Nanayo.

6 Ouviu-se o som das águas que seguiam seus cursos, numa busca incansável pelo mar: Ere Iê Iê Oxun. Ventou forte e um raio rasgou o céu e explodiu no chão: Eparrei  Oyá. Quando o vulcão entrou em erupção uma pedra rolou do seu topo destruindo o que estava no caminho: Kawô Kabiecile.

7 Sentiu-se a vibração do nado rítmico dos peixes de todos os mares do Aiyé: Eruya Odoya Yemanjá.  Nuvens se aproximaram lentamente, num mover-se paciente e cobriram, ao seu tempo, todo o céu:  Xeu Epa Babá Oxalufã.

8 E Olodum ergue a voz: “Não há o que a natureza tenha criado que não devesse existir. Natureza é a infinita sabedoria. E o homem subestimou o poder da natureza.”

9 “trouxe vocês aqui para que auxiliemos os homens. Os perdidos carecem de auxílio. Tenho uma mensagem para que o homem volte ao seu caminho.”

10 “A mensagem chegará aos homens pelos dons de um Mortal. Lázaro. Filho do Axé. Um legítimo filho do Aiyé. Filho legítimo da Bahia. Filho do Quilombo ancestral.”

11 “Este homem, nascerá e carregará, por toda a vida, a responsabilidade de ter que levar minha mensagem a todos os homens. Instrumento, por um bem maior, Lázaro carregará vossos dons. Um Axé de cada um de vocês.”

Como profetizado por Olodum, em 1 de novembro de 1978, na terra mãe dos Orixás, na Bahia, nasce o menino Lázaro.

12 Disse Olodun: “Ele se comunicará como Omó-Mi Exu. Será forte e disciplinado como Omó-Mi Ogum. Será musical como Omó-Mi Odè. Terá apreço pelas coisas da ancestralidade como OmóIbirim Nanã.”

Ator de Talento, Lázaro logo se destaca em sua arte. Depois de mais de uma dúzia de espetáculos ao lado de seus companheiros de Bando, Lázaro Ramos emplaca dois sucessos de projeção nacional: Mamãe não pode saber e A máquina.

13 “Terá muitas faces como Omó-Mi Omolu. Será criativo e artístico como Omó-Mi Ossanyn. Será adaptável e tempestuoso como Omóibirin Oyá. Será sábio e justo como Omó-Mi Xangô. Será racional, reflexivo, inteligente como Omóibirin Yemanjá. “

14 Olodum mantém o silêncio por algum tempo, para a máxima ansiedade de Oxum, que ainda não havia ouvido seu nome. Ele, então, fala com a voz doce de sempre.

15 “Oxum, Omóibirin. A companheira de Lázaro será filha sua. Doará ao menino Lázaro, sua jóia mais preciosa, seu coração tornado pepita de ouro. Os girassóis, flores que tanto gostas, marcarão este encontro.”

Casou-se com a grande estrela do Teatro, Cinema e TV, Taís Araújo, concretizando a profecia de Olodum. Sob as benção de Oxun Apara, um buquê de Girassóis, marca o encontro de Lázaro e Taís.

16 “Não me referi a você, Omó-Mi Oxalufã.”

17 Respondeu Oxalufã: “Sei que dom devo ao menino, Babá-Mi. O dom da vida, da longevidade. De que valem todos os dons sem o dom da vida?”

Capitulo 3 – Olodum deixa sua mensagem de igualdade aos homens

1 “Sou Olodumaré. Aquele que caminhou antes e tudo criou. Mas sou submisso à magnitude da criação. Na criação tudo tem seu lugar. Todos têm seu lugar. Não existe o maior e o menor.”

2 “Nascido o menino Lázaro, O toque do instrumento, que cada um carrega, no Ori,   o abençoará.

3 “Nascido o menino Lázaro, O toque nos ombros, do instrumento, que cada um carrega, representará a responsabilidade que carregará por toda a vida.”

4 Todos os olhos o verão. Todos os ouvidos o ouvirão. Sua missão será extirpar a marca da ganância e da arrogância que o homem carrega”

Em 2002, impressiona com sua interpretação inesquecível do(a) lendário(a) Madame Satã. Depois deste grande sucesso, Lázaro se torna um dos nomes mais importantes do Cinema Brasileiro.

Em 2006, já em sua primeira novela, Lázaro recebe uma indicação para um prêmio internacional, o Oscar da TV americana, o Emmy, com sua genial performance como o brasileiríssimo Foguinho da novela Cobras & Lagartos.

5 “Lázaro entrará em todos os lares. E tudo começará, quando ele adentrar a casa que carrega o meu nome.”

Em 1993, como profetizado por Olodum, Lázaro entra para o Bando de Teatro Olodun.  Casa que carrega o nome de Olodun. Casa onde Lázaro inicia sua jornada e onde seus dons o destacam.

6 “Lázaro lutará pelos seus. Pelo seu solo sagrado. Por sua Iylé Ifé. Pelas suas coisas ancestrais.”

Em 2016 dirigiu e atuou, ao lado de sua esposa Taís Araújo o espetáculo teatral O topo da montanha, sobre o ativista, americano, Martin Luther King.

7 “Os oprimidos verão no exemplo de Lázaro a salvação para a opressão que os aniquila. A partir dele, tudo será possível a todos. E pouco a pouco o homem aprenderá a viver em harmonia, como é no Orún, e como há de ser no Aiyé.”

Lázaro atuou em dezenas de filmes, peças, novelas, séries. Trabalhou com os mais importantes dramaturgos e cineastas.

Acumula dezenas prêmios, nacionais e internacionais, entre os que foi indicado e os que levou para casa, por seu trabalho no Teatro, Cinema e TV.

8  Cada um dos filhos de Olodum erguem a voz: “Como é no Orún e como há de ser no Aiyé.”

Lázaro Ramos escreveu e dirigiu espetáculos teatrais. Apresenta, no Canal Brasil, o programa de entrevista Espelho, onde mostra, além de seus dotes como apresentador, inteligência e cultura impressionantes.

Desde o nascimento do primeiro filho, escreve livros infantis, como A velha sentada e O caderno de rimas de João.

Numa nova parceria com o cineasta gaúcho (com quem trabalhou antes em O homem que copiava, Meu tio matou um cara, Saneamento Básico – O filme, etc.) escreve e estrela (também ao lado de sua esposa Taís Araújo) uma série, onde representa um cantor de muito sucesso, e onde canta, dança e toca de verdade.

9 E numa noite mágica, anunciada pela música e pelo batuque dos ancestrais negros, a vida do menino Lázaro será celebrada e a comunidade humilhada vestir-se-á de luxo e viverá seu dia de Império.  

Em 2018, Lázaro dá ao G.R.E.S. Império Ricardense a honra de ser seu porta voz juntamente com as comunidade de Ricardo de Albuquerque, Anchieta, Chapadão, Nilópolis, Pavuna… Concretizando as profecias de Olodum, se empodera e dignifica. Agora, nossa sofrida região, dos limites da zona norte e baixada fluminense, não vê limite para seus sonhos e pode bater no peito:

Império Ricardense é Lázaro Ramos: do Axé dos Orixás, à conquista da plena igualdade.  

Jefferson Kim é o modelo adulto, que vem na imagem representando Olodum. Jefferson faz parte de nossa comunidade, e virá de destaque em nosso carnaval.

Thalysson César é o bebê de 10 meses, que representa na imagem o menino Lázaro. Filho da passista da escola Deborah Valeska.

Fotógrafo: Fernando Campos

Criação da logo: Will C Carlos

Yngrid Volkenandt




NOVA RAINHA DA UNIDOS DE LUCAS

24 06 2017

Unidos de Lucas tem nova rainha de bateria

Representante da comunidade, Débora  Reboredo vai mostrar seu gingado à frente dos ritmistas da vermelho e amarelo

 

Mais uma novidade para a Unidos de Lucas. A escola, que integra o Grupo C do Carnaval carioca, ja tem nova rainha para embelezar a bateria de mestre Celsinho. Substituindo Kelly Casseres, que está grávida, a escolhida é uma cria da comunidade de Lucas, que já tem uma história considerável no mundo do samba e atende pelo nome de Débora Reboredo.

 

A nova rainha iniciou sua trajetória na folia aos 13 anos como passista mirim da Caprichosos de Pilares. Estudante de Direito, Débora expressa seu amor ao Carnaval desfilando como passista pela Imperatriz Leopoldinense e, desde 2016, como musa do Galo de Ouro da Leopoldina. Feliz com o convite, a nova rainha de Lucas está ansiosa para estar mais em contato com a escola e promete dar tudo de si para que a escola passe pela Intendente vitoriosa.

 

– Já me sinto parte da Família Galo de Ouro, além de realizar  um sonho que é mostrar meu samba, minha alegria e minha garra à frente da bateria Tabajara do Samba, vou reinar em uma escola que representa o meu bairro, diz a nova majestade dos ritmistas.

 

Preparando um time de ponta para disputar a ascensão ao Grupo B, a Unidos de Lucas anunciará novas contratações ao longo do mês. O enredo com o qual a escola desfilará na segunda-feira de Caranval, 12 de fevereiro, está sendo definido. A escola será a sétima a pisar a Avenida de Desfiles.

Fotos: Leo Cordeiro

Ascom GRES Unidos de Lucas

Joice Hurtado
Eliana Wanzeler




Hair Stylist Nandho Brandão cuida das madeixas dos Youtubers Kéfera e Felipe Castanhari

22 06 2017


A atriz Kéfera Buchmann, ou mais conhecida simplesmente como apenas Kéfera, é considerada a pessoa mais poderosa do YouTube no Brasil, pois o seu canal, intitulado ‘Cinco Minutos’, bate recorde nacional de inscritos.

A beldade que passou um longo período de férias no Egito ao lado de sua mãe Zeiva, desembarcou diretamente na cidade de São Paulo e fez questão de ir direto para o salão cuidar das madeixas com seu Hair Stylist preferido Nandho Brandão, no Homa Elite Salon, que fica situado no bairro de Moema, na zona sul da capital.

Kéfera aproveitou que fazia tempo que não visita o salão do amigo e ficou horas, onde aproveitou para fazer as unhas do pé, da mão, arrumou a cor dos cabelos, cortou, hidratou e ainda trouxe de queda o amigo também youtuber Felipe Castanhari para conhecer o salão e mudar o visual com Nandho Brandão.

 
Fotos: Renato Cipriano / Divulgação




Vila Isabel anuncia enredo em feijoada neste Domingo

22 06 2017
Vila Isabel anuncia enredo em feijoada neste domingo
 
A Unidos de Vila Isabel realizará uma grande festa sem sua quadra no próximo domingo, dia 25 de junho. É o Feijão de Noel, feijoada mensal da agremiação, que começa ás 13h e contará com a apresentação do enredo para o Carnaval 2018. O tema terá o desenvolvimento do carnavalesco Paulo Barros, que retorna à escola após nove anos. O grupo Soul +Samba, os cantores Andrea Caffé e Lucas de Moraes e da co-irmã Imperatriz Leopoldinense. Como não pode faltar, casais de mestre-sala e porta-bandeira e, claro, os ritmistas da Swingueira de Noel sendo embalados na aguerrida voz do intérprete Igor Sorriso, são presenças confirmadas para agitar o ensaio embalado por sucessos como  ‘Kizomba, a festa da raça’, ‘O Som da Cor’, ‘Trabalhadores do Brasil’, entre outros. A rainha de bateria Sabrina Sato já confirmou presença. 
 
A entrada custa R$ 20, mesmo preço do prato de feijoada. A mesa para quatro pessoas com direito a feijoada sai a R$ 120. E o camarote para 12 pessoas, também com direito a feijoada, custa R$ 300. 
A quadra da Unidos de Vila Isabel fica no Boulevard 28 de setembro, 382. A classificação etária é livre.
 
Serviço:
Feijoada da Vila Isabel com Lançamento do Enredo Carnaval 2018
Atrações: Roda de samba com Lucas de Moraes, Andreia Caffe, Soul+Samba, Imperatriz Leopoldinense e Segmentos da Vila Isabel
Data e horário: dia 25, domingo, a partir das 22h
Local:  Quadra da Vila, no Boulevard 28 de Setembro, 382
Preços: R$ 20 entrada; R$20 feijoada; R$120

 mesa (com 4 lugares, com ingressos e feijoadas); R
$300
camarote (para 12 pessoas, com ingressos).
Informações: 2578-0077
Classificação Livre
 foto da Rainha de Bateria Sabrina Sato, do intérprete Igor Sorriso e da feijoada da escola. fotos Eduardo Holanda.**
 



Natalia Louise
Assessora de Imprensa 

 





Império Gonçalense não realizará disputa de samba

22 06 2017
Império Gonçalense não realizará disputa de samba
O Império Gonçalense, que desfilará pela Série E, não realizará o concurso de samba-enredo. O anúncio foi feito na noite desta quarta-feira, dia 21, pelo presidente Hugo Júnior, que preferiu evitar gastos com as eliminatórias levando em consideração os cortes destinados à grande festa pela Prefeitura do Rio.
“Minha decisão pesou muito após as declarações do prefeito do Rio. Não quero que os compositores tenham gastos com eliminatórias. Em 2018, com certeza, teremos um Carnaval voltado à criatividade e a reciclagem, evitando ao máximo gastos desnecessários. O espetáculo será bem produzido com a  utilização de materiais alternativos”, destacou.
Ele acrescentou que o samba do enredo para o Carnaval 2018, “Timbó”, do carnavalesco Leandro Valente, será encomendado e apresentado em setembro, juntamente com a coroação da rainha Camila Macedo.
Adriana Vieira
Ascom Gres Império Gonçalense
AV Assessoria de Imprensa e Mídias Sociais